MENU

Indonésia pede ajuda internacional para vítimas do terremoto de Sumatra

Indonésia pede ajuda internacional para vítimas do terremoto de Sumatra

Atualizado: Sexta-feira, 2 Outubro de 2009 as 12

O governo da Indonésia reivindicou nesta sexta-feira, 2 de outubro, ajuda internacional para as vítimas do terremoto que atingiu na quarta-feira, dia 1º, o oeste da ilha de Sumatra, e causou a morte de mais de 800 pessoas, segundo dados das Nações Unidas.

"Necessitamos ajuda dos países estrangeiros para que mandem trabalhadores de resgate qualificados e equipamento moderno", explicou a ministra da Saúde indonésia, Siti Fadilah Supari.

Os governos de Austrália, Coreia do Sul e Japão, entre outros, devem enviar à região afetada pessoal especialista em situações de emergência. A prioridade é localizar sobreviventes soterrados.

O terremoto custou a vida de pelo menos 770 pessoas, mas segundo o governo da indonésia esse índice deve ultrapassar os 1.000 mortos.

Milhares de pessoas seguem soterradas sob edifícios e casas demolidos pelo terremoto que devastou a região, e que deixou também cerca de 2.400 feridos, sobretudo em Padang, a cidade mais afetada.

O governo da Indonésia reivindicou nesta sexta-feira, 2 de outubro, ajuda internacional para as vítimas do terremoto que atingiu na quarta-feira, dia 1º, o oeste da ilha de Sumatra, e causou a morte de mais de 800 pessoas, segundo dados das Nações Unidas.

"Necessitamos ajuda dos países estrangeiros para que mandem trabalhadores de resgate qualificados e equipamento moderno", explicou a ministra da Saúde indonésia, Siti Fadilah Supari.

Os governos de Austrália, Coreia do Sul e Japão, entre outros, devem enviar à região afetada pessoal especialista em situações de emergência. A prioridade é localizar sobreviventes soterrados.

O terremoto custou a vida de pelo menos 770 pessoas, mas segundo o governo da indonésia esse índice deve ultrapassar os 1.000 mortos.

Milhares de pessoas seguem soterradas sob edifícios e casas demolidos pelo terremoto que devastou a região, e que deixou também cerca de 2.400 feridos, sobretudo em Padang, a cidade mais afetada.

veja também