MENU

Inspetores da ONU deixam a Coreia do Norte

Inspetores da ONU deixam a Coreia do Norte

Atualizado: Quinta-feira, 16 Abril de 2009 as 12

Expulsão ocorreu após ONU aprovar resolução contra Coreia.

Americanos que trabalhavam em usina do país também devem sair.

Inspetores nucleares da ONU deixaram Pyongyang na quinta-feira, 16 de abril, após terem sido expulsos pela Coreia do Norte, o que aumentou as tensões na região ao anular o processo de desarmamento.

Um porta-voz da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) confirmou notícias de que seus quatro monitores haviam deixado o recluso país comunista.

A agência ligada à ONU informou que os funcionários não falariam com jornalistas e disse que não revelaria seu paradeiro.

Um porta-voz da AIEA disse que os inspetores removeram na quarta-feira todos os selos da agência dos equipamentos no complexo nuclear de Yongbyon e desligaram as câmeras de vigilância.

A expulsão ocorreu após o Conselho de Segurança aprovar uma resolução condenando o lançamento de um foguete pela Coreia do Norte. As potências mundiais acreditam que o foguete era na verdade um teste com um míssil de longo alcance, o que o governo norte-coreano sempre negou, dizendo que colocou um satélite em órbita.

A Coreia do Norte disse à AIEA na quinta-feira que havia decidido religar todas as instalações no complexo de Yongbyon, construído na era soviética, incluindo a unidade de reprocessamento que produz plutônio para armas nucleares.

Os Estados Unidos disseram que a Coreia do Norte pediu que deixem o país os especialistas norte-americanos que fiscalizam o desligamento de Yongbyon sob um acordo de desarmamento.

Analistas disseram que os norte-coreanos podem ter a fábrica de plutônio operando novamente em pouco mais de três meses.

veja também