MENU

Interpol condena Afeganistão após "inaceitável" fuga de 480 presos

Interpol condena Afeganistão após "inaceitável" fuga de 480 presos

Atualizado: Quarta-feira, 27 Abril de 2011 as 10:08

A Interpol classificou nesta quarta-feira de "inaceitável" a fuga de 480 presos de uma prisão da cidade afegã de Kandahar.

Insurgentes do grupo islâmico Taleban organizaram uma audaciosa fuga em massa da prisão em Kandahar na segunda-feira passada (25), que acabou com 480 prisioneiros livres. Entre eles, estavam terroristas condenados e ao menos cem comandantes do grupo, segundo o próprio Taleban. Eles passaram pelo túnel entre a prisão e uma casa vizinha.

"Com as centenas de bilhões gastos por ano no Afeganistão, o que ocorreu é um vazio inaceitável da segurança global", disse o secretário-geral da Interpol, Ronald K. Noble.

Noble criticou especificamente a incapacidade do Afeganistão de treinar suas forças para manter fotografias, digitais e amostras de DNA dos prisioneiros, uma falta de controle é um risco para a segurança global.

"Até que esta séria lacuna nos esforços mundiais contra o terrorismo seja preenchida, nenhum país pode se considerar seguro de criminosos e terroristas", disse Noble.

O Afeganistão lançou uma grande operação de busca por estes prisioneiros, mas até agora apenas 65 foram localizados e reconduzidos à prisão.

Esta é a segunda vez que ocorre uma fuga em massa no presídio de Kandahar. Em 2008, cerca de 900 presos --400 deles talebans--, fugiram depois que os insurgentes destruíram as portas com um caminhão-bomba.

"É simplesmente chocante que três anos depois da maior fuga de presos na história do Afeganistão, não há dados para serem divididos com as forças de segurança regionais e internacionais no caso de uma fuga", completou Noble.

veja também