MENU

Intervenção no Bahrein está destinada ao fracasso, diz Ahmadinejad

Intervenção no Bahrein está destinada ao fracasso, diz Ahmadinejad

Atualizado: Quarta-feira, 16 Março de 2011 as 11:52

O presidente iraniano Mahmud Ahmadinejad afirmou nesta quarta-feira (16) que a intervenção de forças dos países do Golfo para acabar com a rebelião popular no Bahrein é "um ato odioso destinado ao fracasso".

"Esta intervenção militar é um ato odioso destinado ao fracasso, e os povos da região a colocam na conta dos Estados Unidos", disse Ahmadinejad ao fim de um conselho de ministros. "Os Estados Unidos tentam salvar o regime sionista e estrangular o movimento dos povos e é por esta razão que apóia a certos governos", acrescentou o presidente iraniano.

"Lamentavelmente, hoje no Bahrein há uma mobilização contra a população, o que é um ato odioso, injustificável e incompreensível. Como querem governar aqueles que utilizam as armas contra seu povo?", completou Ahmadinejad.

As forças bareinitas dispersaram violentamente nesta quarta-feira (16) os manifestantes que acampavam há um mês na Praça da Pérola de Manama para exigir reformas, matando três pessoas, segundo a oposição xiita.

A ofensiva contra os manifestantes aconteceu depois que o rei Hamad Ben Issa al-Khalifa decretou estado de emergência e recebeu o apoio das forças das monarquias vizinhas do Golfo para enfrentar a revolta popular.      

veja também