MENU

Irã compromete-se a convidar inspetores da ONU para visitar usina nuclear de Qom

Irã compromete-se a convidar inspetores da ONU para visitar usina nuclear de Qom

Atualizado: Quinta-feira, 1 Outubro de 2009 as 12

O chefe da diplomacia europeia, Javier Solana, disse nesta quinta-feira, 1º de outubro, que o governo do Irã concordou em cooperar totalmente com a Agência Internacional de Energia Atômica para que sua segunda usina de enriquecimento de urânio seja inspecionada.

Solana fez as declarações depois de encontro entre o Irã e o grupo das seis potências para negociar a questão nuclear do país persa. Saeed Jalili, negociador-chefe iraniano, prometeu que o Irã vai convidar os inspetores da agência da ONU ''dentro de semanas''.

Solana disse que os dois lados resolveram ''intensificar'' as negociações sobre a questão nuclear do Irã. Uma nova reunião sobre o tema deve ser marcada para fins de agosto, segundo diplomatas.

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, disse que o dia foi ''produtivo'' em Genebra.

O negociador iraniano disse que o encontro ''criou uma oportunidade'' para remover preocupações sobre o tema. ''Foram coversas amplas'', disse.

Os países ocidentais suspeitam que o Irã tenta obter armas atômicas para um programa nuclear civil, o que Teerã desmente.

As discussões entre o Irã e as seis potências recomeçaram nesta quinta-feira após 14 meses de interrupção.

O encontro teve a presença do chefe da diplomacia da UE, que conduz o processo, dos representantes do grupo 5+1 - os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Rússia, China, França e Grã-Bretanha) e a Alemanha - e do iraniano Jalili.

A reunião aconteceu uma semana depois da revelação de que o Irã construiu uma nova usina de enriquecimento de urânio e do anúncio de testes de mísseis de longo alcance pela República Islâmica.

veja também