MENU

Irã revela existência de 2ª usina de enriquecimento de urânio

Irã revela existência de 2ª usina de enriquecimento de urânio

Atualizado: Sexta-feira, 25 Setembro de 2009 as 12

O governo do Irã revelou em carta dirigida à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) a existência de uma segunda usina de enriquecimento de urânio, informaram nesta sexta-feira, 25 de setembro, em Viena, fontes diplomáticas.

''Existe uma carta'' do governo de Teerã, dirigida ao diretor-geral da AIEA, Mohammed ElBaradei, na qual se informa oficialmente sobre a usina - sem detalhes de sua localização -, informaram as agências de notícias Reuters, Associated Press e Efe.

A nova instalação, desconhecida até agora, não estaria em funcionamento ainda e seria uma usina experimental, agregaram as fontes ligadas à AIEA. A agência nuclear da ONU, com sede na capital austríaca, não comentou o assunto.

O diário norte-americano ''The New York Times'' antecipa em sua edição eletrônica que líderes de EUA, França e Reino Unido acusarão ao Irã, nesta sexta, no início da cúpula do G20, em Pittsburgh (EUA), de construir uma instalação secreta não declarada aos inspetores da AIEA.

O Irã dispõe de uma grande usina de enriquecimento de urânio na localidade de Natanz, a 250 km de Teerã, na região central do país. Parte do complexo é subterrâneo, e é monitorado por inspetores da AIEA. A existência dessa primeira usina foi revelada em 2002.

O Irã assegura que quer produzir urânio enriquecido de forma industrial para fins pacíficos. Por enquanto, tem ali instaladas cerca de 8 mil centrífugas de gás, das quais 5 mil estão em funcionamento - teriam produzido mais de uma tonelada de urânio pouco enriquecido.

veja também