MENU

Irene vai ser furacão 'histórico', adverte Obama nos EUA

Irene vai ser furacão 'histórico', adverte Obama nos EUA

Atualizado: Sexta-feira, 26 Agosto de 2011 as 1:25

Do G1, com agências internacionais

imprimir

O presidente dos EUA, Barack Obama, advertiu nesta sexta-feira (26) para que os americanos encarar o furacão Irene "seriamente" e pediu que eles obedeçam às ordens de retirada dos locais pelo qual a tempestade vai passar. "Tudo indica, neste ponto, que vai ser um furacão histórico", disse, em pronunciamento durante suas féiras em Boston. Segundo ele, o fenômeno vai ser "extremamente perigoso e custoso".

Especialista monitora o furacão Irene no Centro Nacional de Furacões,

dos EUA, em Miami, nesta sexta-feira (26) (Foto: AP)   Cerca de 55 milhões de pessoas estão em áreas que podem estar no caminho da tempestade, que deve incluir ass cidades de Nova York e Washington, DC.

Primeiras chuvas

As primeiras chuvas de Irene, na categoria 2 na escala Saffir-Simpson, já se aproximam da costa das Carolinas, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos.

Por volta das 12h (horário de Brasília), Irene estava localizado a cerca de 530 quilômetros ao sul-sudoeste de Cape Hatteras, na Carolina do Norte, com ventos sustentados de 165 quilômetros por hora.

"Está prevista pouca mudança na força antes de o Irene atingir a costa da Carolina do Norte", disse o NHC, acrescentando que um alerta de furacão foi estendido em direção ao norte na Baía Chesapeake, até Drum Point.

O centro do furacão vai passar bem longe da costa do Estado da Geórgia na sexta-feira e se aproximar do litoral da Carolina do Norte durante a noite, passando perto ou pela costa no sábado, disse o NHC.          

veja também