MENU

Israel abre fogo contra manifestantes na fronteira com a Síria

Israel abre fogo contra manifestantes na fronteira com a Síria

Atualizado: Domingo, 15 Maio de 2011 as 11:06

Forças israelenses abriram fogo contra uma multidão de manifestantes na região das Colinas de Golã, território ocupado por Israel na fronteira com a Síria, neste domingo (15), deixando ao menos 11 feridos e quatro mortos, segundo agências internacionais. O incidente ocorre no 'dia da catástrofe' - ou 'Nakba', data lembrada pelos palestinos pelo aniversário da criação do Estado de Israel.

Segundo uma rede de TV síria, os mortos seriam cidadãos sírios. O incidente ocorreu na vila drusa de Majdal Shams.

Israel ocupou o território de Golã na guerra de 1967, e, embora a Síria reivindique o território como parte de qualquer acordo de paz, a região tem tido relativa paz durante décadas.

Líbano

A agência de notícias France Presse reportou que duas pessoas morreram neste domingo por disparos israelenses na fronteira com o Líbano contra palestinos que protestavam para recordar, do lado libanês, a criação do Estado de Israel, informaram fontes libanesas.

De acordo com fontes oficiais, duas pessoas morreram em Maarun ar-Ras, a apenas um quilômetro da fronteira com Israel, quando milhares de manifestantes, a maioria refugiados palestinos que moram no Líbano, recordavam a "Nakba".

Segundo o jjornal israelense 'Haaretz', o número de mortos no Líbano é de quatro.

ONU pede calma

Forças de paz das Nações Unidas no sul do Líbano pediram que as partes envolvidas em um tiroteio no domingo na fronteira Líbano-Israel imponham restrição máxima para evitar novas mortes.

Uma porta-voz das forças de paz da ONU no local estava em contato com o exército do Líbano e com os militares de Israel.        

veja também