MENU

Israel aprova construção de 620 casas em colônia em território palestino

Israel aprova construção de 620 casas em colônia em território palestino

Atualizado: Quinta-feira, 2 Dezembro de 2010 as 10:33

Um comitê do Ministério do Interior da Israel aprovou nesta quinta-feira, 2, a construção de 620 casas na colônia judaica de Pisgat Zeev, situada em território palestino ocupado ao nordeste de Jerusalém.   A decisão tinha recebido sinal verde provisório há dois anos, mas permanecia suspensa por uma série de deficiências técnicas, explicou uma fonte do Ministério à rádio pública israelense.

Israel considera Pisgat Zeev, uma das maiores colônias judias onde residem 50 mil israelenses, como mais um bairro de sua "capital indivisível", Jerusalém, enquanto para a legislação e a comunidade internacional trata-se de uma colônia ilegal em território ocupado.

A aprovação ocorre em um momento de paralisação do processo de paz entre israelenses e palestinos, que começou e ficou estagnado em setembro, quando Israel reiniciou a construção sem impedimentos das colônias judias na Cisjordânia ao finalizar uma moratória parcial que manteve durante dez meses.

Trata-se do segundo sinal verde à construção em assentamentos nesta semana, depois que o Comitê de Planejamento Local da Prefeitura de Jerusalém desse sinal verde na segunda-feira passada à construção de 130 casas junto ao assentamento de Guiló, ao leste da cidade.

O projeto, que precisa ainda confirmação do Ministério do Interior, consiste na edificação de casas em um espaço inicialmente destinado à construção de um hotel.

A ampliação decidida na segunda-feira havia sido retirada da agenda do comitê há meio mês para evitar problemas com a administração Obama em seus esforços por devolver às partes à mesa de negociações, como publicaram então meios israelenses.    

veja também