MENU

Israel é favorável aos esforços do Egito e da França para acabar com bombardeios em Gaza

Israel é favorável aos esforços do Egito e da França para acabar com bombardeios em Gaza

Atualizado: Quinta-feira, 8 Janeiro de 2009 as 12

O porta-voz do governo de Israel, Mark Regev, disse nesta quarta-feira, dia 7 de janeiro, que o país é favorável à iniciativa do Egito e da França de buscar soluções para acabar com os combates na Faixa de Gaza, segundo informações da agência portuguesa Lusa.

"Israel agradece ao presidente egípcio [Hosni Mubarak] e ao presidente francês [Nicolas Sarkozy] pelos esforços tendo em vista uma solução para o fim das atividades terroristas em Gaza e o fim do contrabando de armas do Egito para Gaza", afirmou Regev.

Durante a manhã, o presidente israelense, Shimon Peres, prometeu que o governo iria estudar o plano de paz apresentado pela França e pelo Egito na reunião extraordinária do Conselho de Segurança das Nações Unidas no dia 6 de janeiro, destinado a negociar uma trégua entre Israel e o grupo islâmico Hamas.

"Temos agora uma idéia geral. Devemos analisar os pormenores, porque infelizmente tudo depende de como será organizado. Mas o que está no papel não é suficiente para mudar a situação", disse o líder israelense, acrescentando que não é a vontade do país prolongar a guerra nem há qualquer ambição territorial.

Ontem, o presidente do Egito convidou israelenses e palestinos para uma reunião urgente para negociar acordos e garantias. Entre estas, está a segurança das fronteiras pedida por Israel e a abertura das pontes de passagem e o levantamento do bloqueio exigido pelos palestinos.

Em um comunicado divulgado hoje em Praga, na República Tcheca, a presidência da União Européia apelou para que seja permitido o livre acesso das organizações humanitárias à Faixa de Gaza.

Israel iniciou uma operação militar na Faixa de Gaza no dia 27 de dezembro. De acordo com o exército israelense, a ofensiva é uma resposta ao grupo palestino Hamas pelo lançamento de foguetes contra o sul de Israel.

veja também