MENU

Israel tem 8 dias para atacar usina do Irã, diz ex-enviado dos EUA

Israel tem 8 dias para atacar usina do Irã, diz ex-enviado dos EUA

Atualizado: Terça-feira, 17 Agosto de 2010 as 11:31

Israel tem oito dias para atacar a central nuclear de Bushehr, no Irã, antes que ela se torne uma usina atômica ativa, declarou o ex-enviado dos Estados Unidos na ONU, John Bolton, em uma entrevista à rede Fox News.

Teerã pretende acionar seu primeiro reator nuclear, construído com a ajuda da Rússia, no dia 21 de agosto, quando um carregamento de combustível nuclear abastecerá o núcleo da usina.

Quando isso acontecer, segudo Bolton, será tarde demais para que Israel lançe um ataque militar contra Bushehr: uma vez abastecida de combustível nuclear, a central liberará enormes quantidades de radiação se bombardeada, o que afetaria diretamente os civis iranianos.

"Uma vez que o urânio, uma vez que aquelas barras de combustível estejam bem perto do reator, certamente uma vez que estejam dentro do reator, atacar (a central de Bushehr) significará uma liberação de radiação, não há dúvidas", afirmou Bolton.

"Então, se Israel for fazer alguma coisa contra Bushehr, deve agir nos próximos oito dias".

Se os israelenses não atacarem, "o Irã terá alcançado algo que nenhum outro oponente de Israel, nenhum outro inimigo dos Estados Unidos no Oriente Médio tem: um reator nuclear ativo", estimou Bolton.

No entanto, o especialista diz não acreditar que Israel lance semelhante ataque nos próximos dias.

"Eu não acho (que o ataque acontecerá), temo que eles tenham perdido esta oportunidade", afirmou.

O polêmico ex-enviado americano nas Nações Unidas também criticou o papel da Rússia no desenvolvimento da central nuclear iraniana, afirmando que "os russos estão, como geralmente o fazem, jogando os dois lados um contra o outro".

Postado por: Thatiane de Souza

veja também