MENU

Itália vai enviar dez instrutores militares para treinar rebeldes da Líbia

Itália vai enviar dez instrutores militares para treinar rebeldes da Líbia

Atualizado: Quarta-feira, 20 Abril de 2011 as 11:18

A Itália vai colocar dez instrutores militares à disposição do Conselho Nacional de Transição (CNT), órgão dirigente da rebelião líbia, anunciou nesta quarta-feira (20) o ministro italiano da Defesa, Ignazio La Russa.

A decisão foi tomada após uma conversa telefônica entre o chefe do governo italiano, Silvio Berlusconi, e o primeiro-ministro britânico, David Cameron.

"Itália e Inglaterra têm consciência de que é preciso treinar os rebeldes, que são jovens com vontade de combater pela causa, mas sem capacidade de fazê-lo", explicou La Russa.  

"Vamos oferecer a eles nossos conhecimentos para que possam combater em um exército, que ao contrário do que fazem hoje é profissional", acrescentou.

A França também enviará um "pequeno número" de oficiais para assessorar os rebeldes líbios do Conselho Nacional de Transição, indicou nesta quarta-feira o governo francês.

Rebeldes rumam para frente de batalha próximo a Ajdabiyah nesta quarta-feira (20) (Foto: Reuters)     Na terça, o Reino Unido havia anunciado o envio de conselheiros militares para ajudar a resistência líbia.

"Ao todo, haverá menos de 20 militares britânicos", indicou um porta-voz do ministério das Relações Exteriores, sem especificar, "por razões de segurança", a data precisa de sua viagem a Benghazi, bastião dos rebeldes no leste da Líbia.      

veja também