MENU

Japão pede compensação financeira à China por colisão de barcos

Japão pede compensação financeira à China por colisão de barcos

Atualizado: Segunda-feira, 27 Setembro de 2010 as 10:56

O Japão anunciou nesta segunda-feira, 27, que pedirá à China que pague pelos danos causados a seus barcos da Guarda Costeira durante uma colisão com um navio de pesca chinês. As duas maiores economias asiáticas continuam a se confrontar sobre a questão.

Os jornais chineses acusaram o Japão de usar a disputa para ampliar sua aliança com os EUA, e alertaram que o governo japonês não poderia sustentar o prejuízo econômico de um confronto com a China.

Trocas verbais de agressão continuaram durante dias na disputa entre os vizinhos sobre a detenção de um capitão de um barco de pesca chinês que colidiu com dois navios da Guarda Costeira japonesa. Ele foi libertado e enviado de volta ao seu país no final de semana.

A China, que se torna cada vez mais confiante no cenário regional e global, exigiu do Japão um pedido de desculpas e pagamento de compensação.

O Japão rejeitou as demandas, pedindo que os chineses cubram os danos do incidente do dia 7 de setembro. A colisão ocorreu próximo a ilhas disputadas pelos dois países, conhecidas pelos chineses como Diaoyu e Sankaku pelos japoneses.

A disputa gerou receios sobre o prejuízo às relações comerciais sino-japonesas num momento em que o Japão se torna cada vez mais dependente do dinamismo da China para seu crescimento.

O incidente também ilustrou a fragilidade das relações entre a China e o Japão, afetadas pelas recordações dos chineses sobre a ocupação japonesa no período de guerra no século passado, a desconfiança militar e as disputas territoriais marítimas.

Postado por: Guilherme Pilão

veja também