MENU

Japão volta a usar helicóptero para jogar água em reator de usina

Japão volta a usar helicóptero para jogar água em reator de usina

Atualizado: Quinta-feira, 17 Março de 2011 as 11:23

 Um Japão voltou a utilizar nesta quinta-feira (17) um helicoptero para jogar água sobre um reator nuclear superaquecido na usina nuclear de Fukushima, no Japão. Na quarta (16), a forte radioatividade na central impediu a aproximação do helicóptero para resfriar o combustível que ameaça entrar em  fusão e a operação teve de ser adiada.

Segundo informações da emissora NHK, o canhão d'água foi mobilizado para resfriar o reator 3 do complexo de Daiichi, que contém combustível de plutônio e tem sido a principal prioridade das autoridades. Outros helicópteros estão preparados para participar nas operações na central.

A empresa Tepco, operadora da usina, disse que uma fumaça branca é vista saindo do reator 2 da usina de Fukushima.      'Os 50 de Fukushima'

Os 50 trabalhadores que permaneceram nas instalações da central de Fukushima para resfriar os reatores danificados e o material irradiado são os novos heróis do Japão.

Em um ambiente contaminado pelos altos níveis de radiação, estes funcionários da companhia Tokyo Electric Power  tentam resolver os problemas provocados pelo colapso dos sistemas de resfriamento e alimentação elétrica da central.     Este colapso já causou a fusão parcial de três dos reatores da central e a exposição das barras de combustível, que também ameaçam entrar em fusão, ao ar livre, liberando na atmosfera quantidades consideráveis de elementos radioativos.

Estes últimos trabalhadores presentes na central, após o terremoto seguido de tsunami da última sexta-feira, foram retirados do local brevemente na quarta-feira, quando o nível de radioatividade aumentou de maneira alarmante.

"Estas pessoas que estão trabalhando nas centrais enfrentam (o problema) sem titubear", comentou Michiko Otsuki, funcionária da central Fukushima 2, situada a 12 km de Fukushima 1, onde estão os reatores danificados.

"Só posso rezar pela segurança de todos eles... Não esqueçam que estão trabalhando para nos proteger, a cada um de nós, em troca de suas próprias vidas", escreveu Michiko na rede social japonesa Mixi.

O primeiro-ministro Naoto Kan também elogiou os esforços e a coragem destes homens. "Na Tepco e nas empresas associadas, eles se esforçam neste momento para injetar água (nos reatores), estão fazendo todo o possível sem sequer pensar no perigo", disse Kan.    

veja também