MENU

Jornalista francesa diz que processará diretor do FMI por agressão

Jornalista francesa diz que processará diretor do FMI por agressão

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2011 as 10:38

Da France Presse

A jornalista e escritora Tristane Banon em imagem de 2004 (Foto: Daniel Janin / AFP)

  A escritora e jornalista francesa Tristane Banon, que afirma ter sido agredida sexualmente em 2002 pelo diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), o socialista francês Dominique Strauss-Kahn, "pretende processá-lo", anunciou o advogado dela, David Koubbi.

"Prevemos apresentar uma ação. Trabalhamos nisto", afirmou o advogado.

O diretor-gerente do FMI e potencial candidato à presidência da França foi preso no sábado ao ser reconhecido por uma camareira de um hotel que o acusa de tentativa de estupro em uma roda de suspeitos organizada pela polícia nova-iorquina. Ele foi detido a bordo de um avião que estava para decolar rumo a Paris.

Tristane Banon, romancista e escritora de 31 anos, afirmou em fevereiro de 2007, durante um programa de televisão, que havia sido agredida sexualmente por Strauss-Kahn, que na época não era o número um do FMI.

Mas a identidade do político foi censurada durante o programa do canal de televisão.

O advogado disse ainda que na ocasião a mãe da escritora, Anne Mansouret, conselheira regional socialista, "convenceu Tristane a não apresentar uma demanda".        

veja também