MENU

Jovens da Indonésia prometem vingar morte de Osama bin Laden

Jovens da Indonésia prometem vingar morte de Osama bin Laden

Atualizado: Sexta-feira, 6 Maio de 2011 as 3:13

Multidões de homens indonésios se reuniram nesta sexta-feira (6) para jurar publicamente que estão prontos para sacrificar suas vidas para vingar a morte de Osama bin Laden, sinalizando a popularidade do líder da rede terrorista da al-Qaeda entre islâmicos no país, que tem a maior população muçulmana do mundo.

O grupo, que se denominou Al Kaida Solo, disse que iria concentrar os ataques nos Estados Unidos --mas não houve indicações de que teria a capacidade para fazê-lo, ou se seria apenas um discurso.

Vários policiais mantiveram a guarda durante a manifestação na cidade de Solo, no centro de Java, mas ninguém foi detido.

"Cem jovens de Solo estão prontos para morrer para vingar a morte de Osama", declarou Choirul, um clérigo da Al Kaida Solo e membro da Frente dos Defensores Islâmicos (FPI), que tem um histórico de violência, como ataques a bares, clubes noturnos e escritórios da revista Playboy da Indonésia.

'Sua luta não estará terminando', disse Choirul ao grupo de cerca de 60 homens vestidos de túnicas brancas muçulmanas e rostos cobertos para esconder suas identidades.

Diversos outros indonésios islâmicos louvaram Bin Laden como um mártir nesta semana, indicando que a militância continua em alguns grupos do Sudeste Asiático, inclusive um que previu um grande ataque de retaliação.

Especialistas em segurança disseram que o risco de ataques aumentou.

'Osama viveu pelo princípio de viver de forma nobre ou morrer como um mártir... Mas os Estados Unidos disseram que ele era um terrorista e nós contestamos essa visão. Devido à essa mentira estamos comprometidos com a vingança de sua morte', disse Endro Sudarsono, porta-voz do grupo Solo, à Reuters por telefone.

Sudarsono disse que o grupo de homens entre 20 e 40 anos de idade da região central de Java ainda estavam discutindo como realizariam a vingança, mas que o Afeganistão, Paquistão e o Iraque eram seus principais destinos.

veja também