MENU

Jovens tentam escapar da pobreza praticando parkour na Faixa de Gaza

Jovens tentam escapar da pobreza praticando parkour na Faixa de Gaza

Atualizado: Sexta-feira, 29 Outubro de 2010 as 10:03

Os palestinos que vivem na Faixa de Gaza convivem com todo tipo de obstáculos. Mas três rapazes resolveram pular aqueles que encontraram pela frente.

O parkour é um esporte onde é preciso superar os limites com eficiência e rapidez. Mas as regras sociais conservadoras do território, controlado pelo Hamas, impedem que os únicos praticantes de parkour de Gaza treinem na rua. Então, eles se exercitam em um assentamento judeu abandonado.

“Praticar na escola dá problema com os professores e com a polícia. Eu me sinto à vontade aqui mais do que em qualquer outro lugar. Já estou acostumado”, explica Mohammed Al Jakhbeer, de 20 anos.

Cerca de 80% da população vive abaixo da linha da pobreza, com US$ 2 por dia. E, como os praticantes de parkour, 40% está desempregada. “Pratico este esporte para aliviar a pressão”, diz Abed Allah Enshasy, de 21 anos.   Depois de ver o parkour na TV, Abed Allah se motivou a montar uma equipe. “Fiquei surpreso quando eles me mostraram como era. No começo, eu senti medo; porque a gente sobe muito alto”, conta Mohammed Erkayek.

Abed Allah recrutou Mohammed Erkayek depois de vê-lo surfar, e Mohammed Al Jakhbeer depois de vê-lo jogar basquete. O trio treina depois de assistir os vídeos na internet durante as horas que tem energia. Aos poucos, estão se fazendo conhecer no Facebook, MySpace e You Tube. E torcem para que sua habilidade os tirem de Gaza um dia.    

veja também