MENU

"Karzai é corrupto, mas é nosso homem no Afeganistão", diz chanceler da França

"Karzai é corrupto, mas é nosso homem no Afeganistão", diz chanceler da França

Atualizado: Quinta-feira, 5 Novembro de 2009 as 12

O ministro francês das Relações Exteriores, Bernard Kouchner, afirmou que o presidente reeleito do Afeganistão, Hamid Karzai, ''é corrupto'', mas ''é o nosso homem'', em declarações publicadas pelos jornais ''New York Times'' e ''International Herald Tribune''.

''Karzai é corrupto, ok'', declarou Kouchner antes de destacar que a corrupção é endêmica no Afeganistão, segundo os jornais, que publicam algumas declarações do chanceler francês em estilo indireto.

''Mas é nosso homem'', acrescentou, antes de destacar: ''Devemos legitimá-lo.''

Hamid Karzai foi reeleito presidente do Afeganistão após a desistência do adversário, Abdullah Abdullah, do segundo turno nas eleições presidenciais, que aconteceria em 7 de novembro. O primeiro turno, repleto de fraudes, aconteceu no dia 20 de agosto.

O chefe da diplomacia francesa também lamentou a falta de coordenação entre os aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) no Afeganistão, e inclusive entre os países da União Europeia (UE) que têm tropas no país asiático.

''Na Europa, atuamos, lutamos, vamos à guerra, mas não conversamos e é realmente uma pena'', afirmou Kouchner.

Para o chanceler a Aliança Atlântica ''não funciona em nada'' no Afeganistão.

''Qual é o objetivo? Qual é o caminho? Em nombre de quê?'', questionou Kouchner segundo o New York Times.

De acordo com o NYT, Kouchner afirmou que aprecia a nova estratégia dos Estados Unidos no Afeganistão e insistiu nos aspectos civis da intervenção internacional.

Mas fez outra pergunta: ''Onde estão os americanos? Isto começa a ser um problema. Precisamos conversar''.

veja também