MENU

Líbano adia negociações sobre novo governo

Líbano adia negociações sobre novo governo

Atualizado: Segunda-feira, 17 Janeiro de 2011 as 11:55

O Líbano adiou as negociações sobre um novo governo nesta segunda-feira, pouco antes de os líderes regionais se reunirem na Síria para discutir a crise política provocada por acusações sobre o assassinato de Rafik al-Hariri, em 2005.

Segundo um comunicado do gabinete do presidente Michel Suleiman, as reuniões foram adiadas uma semana 'depois de avaliar as diferentes posições dos partidos libaneses'.

Na semana passada, o grupo xiita Hezbollah, junto com seus aliados, renunciou a seus cargos no governo o que levou à derrubada do governo de Saad al-Hariri, filho do líder assassinado. O comunicado no domingo alertou que o partido não apoiará um segundo mandato de Hariri.

Um tribunal apoiado pela ONU que está investigando o assassinato de 2005, deve emitir as acusações nesta semana contra membros do Hezbollah, supostamente envolvidos no crime.   O grupo militante, que nega qualquer participação no ataque, pediu que Hariri abandone o tribunal, retire os juízes libaneses e congele o financiamento libanês para o tribunal.

A rejeição de Hariri às demandas levou à renúncia dos 11 ministérios ligados ao Hezbollah e a aliados do grupo na semana passada.

Líderes da Síria, Catar e Turquia iriam se reunir em Damasco nesta segunda-feira para discutir a crise no tribunal, que o Hezbollah chama de um 'projeto israelense' que mira o grupo.    

veja também