MENU

Loira que jantava com capitão na hora do acidente defende sua atuação

Loira defende capitão: 'Ele salvou milhares'

Atualizado: Quinta-feira, 19 Janeiro de 2012 as 1:01

Uma moldava de 25 anos que, segundo a imprensa italiana, estava com o comandante Francesco Schettino na ponte de comando do Costa Concordia na hora do acidente, deu entrevistas nesta quinta-feira (19) à imprensa de seu país e foi tratada como "heroína", seis dias depois do acidente que matou ao menos 11 pessoas.


A loira, Domnica Cermotan, disse a um telejornal de seu país de origem que era ex-tripulante, estava em viagem de férias e tinha autorização para estar no local. Ela teria acompanhado, através de uma janela, as manobras para tentar salvar o barco.


Ela confirmou que jantava com o capitão às 21h45 locais (18h45 de Brasília), no momento da colisão que abriu um rombo no casco do cruzeiro.


Ela defendeu a atuação de Schettino, que, segundo ela, "salvou milhares de pessoas".

Acho que fez um trabalho extraordinário, toda a tripulação é solidária com ele", disse.


Domnica conseguiu chegar a um bote salva-vidas e diz ter ajuda outras pessoas.


A Procuradoria de Grosseto afirmou que quer entrevistar a mulher a respeito do acidente.


A empresa Costa Cruzeiros afirmou que ela estava legalmente no barco.

veja também