MENU

Lula conversa com Zelaya e manifesta seu apoio ao colega hondurenho deposto

Lula conversa com Zelaya e manifesta seu apoio ao colega hondurenho deposto

Atualizado: Terça-feira, 30 Junho de 2009 as 12

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva conversou ontem, 29 de junho, por telefone, com o presidente deposto de Honduras, José Manuel Zelaya, quando manifestou seu apoio. Na conversa, que durou cinco minutos, Lula quis saber como ocorreu o golpe no país e se solidarizou com o hondurenho.

Zelaya foi detido domingo, dia 28, por um grupo de militares, horas antes do país iniciar um plebiscito sobre a possibilidade de incluir, nas eleições gerais de 29 de novembro, a consulta sobre a instalação de uma assembleia para reformar a Constituição do país. A consulta pública foi considerada inconstitucional pelo Parlamento e pela Suprema Corte de Honduras e as Forças Armadas se recusaram a dar apoio logístico ao plebiscito.

Zelaya foi expulso do país e substituído pelo chefe do Legislativo, Roberto Micheletti. O presidente deposto está na Nicarágua, onde participa do encontro dos presidentes da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba).

Mais cedo, Lula já havia afirmado que o governo brasileiro não reconhece o governo interino de Honduras. Por determinação do presidente da República, o embaixador do Brasil no país, Brian Michael Fraser Neele, que está de férias, não voltará a Honduras.

veja também