MENU

Lula diz que Brasil vai enviar ajuda ao Chile

Lula diz que Brasil vai enviar ajuda ao Chile

Atualizado: Segunda-feira, 1 Março de 2010 as 12

O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, disse nesta segunda-feira (1º), durante o programa de rádio Café com o Presidente, que o Brasil vai enviar ajuda ao Chile, país atingido por um terremoto de 8,8 graus na escala Richter, um dos mais fortes já ocorridos, no último sábado (27).

Lula disse lembrou que o Brasil já está enviando ajuda ao Haiti, também devastado por um tremor no dia 12 de janeiro:

- Nós vamos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para ser solidário ao Chile, como estamos sendo solidários ao Haiti.

O terremoto que atingiu o Chile na madrugada de sábado ultrapassa em intensidade o ocorrido em janeiro, no Haiti.

Segundo autoridades chilenas, o número de mortos ultrapassa os 700. Por ter ocorrido no mar, o tremor também provocou uma série de tsunamis (ondas gigantes) que atingiram o próprio Chile, o estado americano do Havai, o Japão e a Nova Zelândia, entre outros.

De acordo com Lula, o governo brasileiro tem conversado com a Embaixada do Brasil no Chile, mas ainda não conseguiu contato telefônico com a presidente Michelle Bachelet. O tremor de terra destruiu linhas de comunicação.

O presidente acrescentou que enviará equipes brasileiras para discutir com a presidente as necessidades do país:

- Mais uma vez o Brasil será solidário com o povo chileno e com qualquer outro povo que sofra qualquer catástrofe.

Logo após o sismo, o governo do Chile solicitou apoio de transporte para autoridades chilenas que estavam no Brasil. Segundo a Força Aérea Brasileira, um avião decolou no sábado do Brasil para o Chile transportando o ministro da Justiça chileno, Jorge Rui Toledo, e o procurador-geral da República, Sabas Chahuán.

De acordo com Lula, o Brasil havia decidido na última semana, em conjunto com a União das Nações Sul-Americanas (Unasul), pela doação proporcional dos países integrantes de R$ 181 milhões (US$ 100 milhões) ao Haiti.

Além disso, o governo brasileiro anunciou que destinaria R$ 375 milhões ao país caribenho devastado pelo terremoto ocorrido em janeiro.

veja também