MENU

Manifestantes vão às ruas do Iêmen pedir que o presidente seja julgado

Manifestantes vão às ruas do Iêmen pedir que o presidente seja julgado

Atualizado: Sexta-feira, 16 Dezembro de 2011 as 3:05

Milhares de cidadãos saíram nesta sexta-feira (!6) às ruas de várias cidades do Iêmen para se manifestarem contra a imunidade concedida ao presidente Ali Abdallah Saleh em troca de sua renúncia.

"Um julgamento é necessário, e a imunidade é rejeitada", gritavam os manifestantes na capital, próximos da Praça da Mudança, epicentro da contestação que exige a saída de Saleh desde janeiro.   Outras manifestações similares acontecerem em 18 cidades do país, todas convocadas por militantes que querem o julgamento do presidente pela morte de centenas de manifestantes durante a repressão.

"Precisamos punir (os responsáveis) pelo derramamento de sangue dos jovens", declarou em seu sermão o imã Wahib al-Sharabi em Taez, segunda maior cidade do país.

Manifestantes anti-Saleh protestam nesta sexta-feira (16) na capital, Sanaa (Foto: AP) Um acordo para a saída da crise, firmado no fim de novembro pela iniciativa das monarquias do Golfo, prevê a saída de Saleh em fevereiro. Ele é acusado de corrupção e nepotismo.

Desde a assinatura deste acordo, várias manifestações foram organizadas para exigir o julgamento de Saleh, enquanto isso, a violência continua principalmente em Sanaa e Taez, onde confrontos entre topas leais e dissidentes deixaram dezenas de mortos.        

veja também