MENU

Médico diz que Kadhafi morreu vítima de 2 tiros no peito

Médico diz que Kadhafi morreu vítima de 2 tiros no peito

Atualizado: Quinta-feira, 20 Outubro de 2011 as 4:21

O médico que acompanhou o transporte do corpo de Kadhafi em Sirte afirmou que o ditador líbio foi morto com dois tiros no peito.

A rede de TV Al Jazeera mostrou nesta quinta-feira (20) um vídeo do que seria o cadáver do ex-ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, pouco depois de ele ter sido morto por combatentes leais ao Conselho Nacional de Transição (CNT), próximo a Sirte.

Até o fim desta manhã, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e os EUA ainda não confirmaram a morte. A Otan afirmou que ainda "levaria tempo" para checar a veracidade das imagens e dos relatos. Entretanto, a aliança admitiu ter bombardeado um comboio pró-Kadhafi próximo à cidade onde os ex-rebeldes dizem ter matado o ditador.

  A rebelião contra Kadhafi começou em fevereiro deste ano na cidade de Benghazi e colocou a Líbia em uma violenta guerra civil e em crise humanitária. Desde o fim de agosto Kadhafi estava desaparecido: ele foi derrubado do poder após a tomada da capital, Trípoli. Ele estava no comando do país há 42 anos.

As imagens divulgadas pela TV Al Jazeera, feitas por um telefone celular, mostram o corpo sem vida de um homem sem camisa, com sangue e um buraco de bala na cabeça, e bastante parecido com Kadhafi. O corpo aparece cercado de pessoas que comemoravam e o arrastavam pela rua.

A Al Jazeera também afirmou que o corpo de Kadhafi teria sido levado a uma mesquita na cidade de Misrata. Já a TV Al Arabiya afirmou que o corpo estava em um centro comercial no bairro de Souq Tawansa.

Nesta quinta, os primeiros anúncios informavam que Kadhafi havia sido preso e estava gravemente ferido em ambas as pernas. A France Presse publicou uma foto que seria de Kadhafi logo após a captura, ferido ou morto. Fontes militares rebeldes confirmaram a veracidade da imagem. A TV Al Jazeera divulgou um vídeo do que seria o cadáver de Kadhafi.

"Ele foi morto em um ataque dos combatentes. Há filmagem disso", disse Mahmoud Shammam, ministro da Informação do novo governo. Para Abdel Hafez Ghoga, porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), em Benghazi, o país vive um momento histórico. "É o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino."

Logo após a divulgação da notícia, o portal do canal de TV Al Libya, pró-Kadhafi, desmentiu a "captura ou da morte" do coronel. Segundo a emissora, o ex-líder líbio goza de "boa saúde".     Imagem feita por telefone celular e obtida pela France Presse mostra o que seria corpo de Kadhafi (Foto: AFP)     Ataque em terra natal

Kadhafi foi atacado próximo à sua cidade-natal, Sirte, em um comboio que sofria ataque aéreo da Otan enquanto tentava fugir. A aliança confirmou que disparou, por volta das 10h30 de Brasília, contra veículos "que representava uma ameaça para os civis", mas não precisou se Kadhafi se encontrava no local.

A cidade de Sirte, último foco de resistência dos combatentes kadhafistas, havia sido tomada definitivamente pelos rebeldes nesta quinta-feira, após semanas de cerco e resistência dos pró-Kadhafi.

Um combatente do novo governo líbio, ouvido pela Reuters, disse que Kadhafi estava escondido em uma tubulação e teria gritado "Não atire! Não atire!" ao ser descoberto.            

veja também