MENU

Mesmo em licença médica, Steve Jobs se encontra com Obama

Mesmo em licença médica, Steve Jobs se encontra com Obama

Atualizado: Sexta-feira, 18 Fevereiro de 2011 as 11:24

Apesar de relatos da mídia de que seu estado de saúde teria piorado, Steve Jobs, presidente da Apple, diagnosticado com câncer de pâncreas, esteve presente em reunião com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, na noite desta quinta-feira (17), em San Francisco, onde também foram recebidos o CEO do Google, Eric Schmidt, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg e outros membros da elite do Vale do Silício.

O jornal norte-americao National Enquirer publicou fotos, supostamente de Jobs, que o mostrava muito magro e debilitado. Ele está atualmente em sua terceira licença médica da Apple desde que foi diagnosticado com câncer no pâncreas em 2004.

A reunião foi realizada a portas fechadas com objetivo do encontro de promover o plano do governo de investir na educação, apesar dos cortes no orçamento.

"O presidente discutiu especificamente as suas propostas para investir em pesquisa e desenvolvimento e ampliar os incentivos para que as empresas cresçam e contratem, junto com sua meta de dobrar as exportações ao longo de cinco anos para apoiar milhões de empregos americanos", disse Jay Carney, secretário de imprensa da Casa Branca, após a reunião.

"O grupo também discutiu a importância de novos investimentos em educação", disse Carney, acrescentando que Obama expressou o desejo de manter o diálogo.

A reunião também foi parte dos esforços de Obama para fazer as pazes com a comunidade empresarial dos EUA depois que os Democratas foram derrotados nas eleições parlamentares de novembro, e ainda para angariar apoio para uma proposta de orçamento de US$ 3,7 trilhões lançado esta semana e que já enfrenta dura resistência republicana.     Nesta sexta-feira (18), Obama também faz uma visita às instalações da Intel no estado americano de Oregon. A visita será guiada pelo presidente da companhia, Paul Otellini.

Segundo comunicado da Casa Branca, o encontro faz parte de uma série de discussões periódicas que o presidente tem com líderes empresarias para explorar como o governo pode colaborar para expandir a economia e criar empregos.    

veja também