MENU

Mineiros vão falar com famílias por circuito de TV, diz ministro chileno

Mineiros vão falar com famílias por circuito de TV, diz ministro chileno

Atualizado: Sexta-feira, 3 Setembro de 2010 as 8:45

Os mineiros sob a terra na mina San José poderão comunicar-se diretamente com as famílias por um circuito de TV que poderá começar a funcionar a partir desta sexta-feira (3), disse o ministro da Saúde chileno, Jaime Mañalich, nesta quinta-feira, acrescentando que estão sadios e "sólidos como rochas".

Um cabo de fibra óptica com câmara chegará até onde estão, através de um dos pequenos dutos que os comunica com a superfície, para que possam "manter conversas privadas com as famílias através de uma tela de TV", explicou Mañalich à imprensa.

Até agora a comunicação dos mineiros, que já gravaram um vídeo exibido para os familiares com uma câmera, vem sendo feita via cabo telefônico e através de cartas enviadas através do duto.

Desde 5 de agosto, 33 mineiros permanecem presos a 700 metros de profundidade na mina San José, no meio do deserto do Atacama, a 800 km ao norte de Santiago. O resgate deverá durar de três a quatro meses. Resgate

A máquina Strata 950 interrompeu momentaneamente suas operações nesta quinta-feira depois de perfurar mais de 40 metros, em um total de 700 metros de profundidade, seguindo um programa de ajuste previsto no plano de resgate dos 33 mineiros presos, disse o engenheiro Andrés Sougarret.

"Superamos os 41 metros. Ontem (quarta-feira), registramos a presença de uma falha geológica, o que é normal nos primeiros 100 metros. O poço está sendo cimentado e levará 12 horas para a operação reiniciar, o que ocorrerá à 01 horas local (2 horas de Brasília)", informou Sougarret à imprensa.

De acordo com o previsto, as operações serão interrompidas periodicamente para reforçar as paredes do poço, ao menos durante os primeiros 100 metros de perfuração, e evitar assim que escorra água pelas fendas ou haja desmoronamento.

Sougarret confirmou também que existe um plano B de resgate, a partir de uma máquina que começaria a trabalhar no domingo.

O novo plano pretende ampliar um dos dutos que chega ao local em que os mineiros estão refugiados, com o objetivo de enviar objetos maiores. Posteriormente, será estudada a possibilidade de ampliá-lo novamente, para um eventual resgate.

"A máquina será instalada na sexta-feira e no domingo iniciaremos a segunda perfuração para alcançar um diâmetro de 30,5 cm", disse Sougarret.

Contudo, está sendo avaliada a possibilidade de levar à mina uma máquina da Empresa Nacional de Petróleo do Chile (Enap) para a perfuração de um novo poço de resgate, mas isso ainda está em estudo, completou Sougarret.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também