MENU

Morte de Kim Jong-il é destaque na imprensa internacional

Morte de Kim Jong-il é destaque na imprensa internacional

Atualizado: Segunda-feira, 19 Dezembro de 2011 as 9:45

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il , de 69 anos, morreu, informaram nesta segunda-feira (19) a televisão estatal do país comunista, a KCTV e a agência de notícias sul-coreana Yonhap. O sucessor de Kim Jong-il seria seu filho, Kim Jong-un, informam as agências internacionais de notícias. Kim morreu no último sábado (17), às 8h30 (horário local, 21h30 de sexta-feira, 16, em Brasília), devido a um ataque cardíaco, informou a agência estatal KCNA. Anteriormente, a Yonhap havia dito apenas que a morte decorreu de “fadiga física” durante uma viagem de trem.

Veja a seguir como a imprensa internacional noticiou a morte de Kim Jong-il na manhã desta segunda-feira:

O norte-americano 'The New York Times' informa sobre a morte do ditador e o segredo mantido por dois dias, possivelmente em razão de uma transição considerada problemática (Foto: Reprodução/The New York Times) O francês 'Le Monde' tem manchete sobre as possíveis consequências internacionais da morte do ditador (Foto: Reprodução/Le Monde)

O inglês 'The Guardian' traz detalhes da morte e também sobre os filhos de Kim Jong-il (Foto: Reprodução/The Guardian)

O alemão 'Der Spiegel' traz a seguinte manchete: 'Filho mais novo de Kim é um 'grande sucessor'' (Foto: Reprodução/Der Spiegel)

A versão online do britânico 'The Telegraph' destaca que a morte ocorreu em um trem e analisa o medo de instabilidade na região das Coreias com a sucessão (Foto: Reprodução/The Telegraph)

O 'The Washington Post' classifica Kim Jong-il de 'enigmático' em sua manchete desta segunda-feira (Foto: Reprodução/Washington Post)        

veja também