MENU

É 'muito tarde' para o regime de Assad na Síria, diz chanceler francês

É 'muito tarde' para o regime de Assad na Síria, diz chanceler francês

Atualizado: Sexta-feira, 18 Novembro de 2011 as 10:05

O chefe da diplomacia francesa, Alain Juppé, afirmou nesta sexta-feira (18) em Ancara que é muito tarde para o regime sírio do presidente Bashar al Assad, que não fez as reformas exigidas pela comunidade internacional.

"Pensamos que o regime não quis comprometer-se com um programa de reformas e que agora é muito tarde", disse o ministro ao fim de uma reunião com o presidente da comissão de Relações Exteriores do Parlamento turco, Volkan Bozkir.

Juppé, que também encontrou o chanceler turco Ahmet Davutoglu, disse nesta sexta-feira que se opõe a qualquer intervenção unilateral na Síria e ações desse tipo teriam de ter um mandato da ONU.

O francês também afirmou duvidar de que a Síria vá responder positivamente a uma proposta de plano de paz da Liga Árabe.

A França, o Reino Unido e a Alemanha planejam pedir ao comitê de direitos humanos da Assembleia Geral da ONU que aprove uma resolução condenando a violência na Síria, antes de levarem essa proposta a votação na plenária da entidade.

Cresce a pressão internacional contra Assad , acusado de reprimir violentamente os protestos por democracia. A ONU afirma que mais de 3.500 pessoas morreram em mais de 8 meses de crise.      

veja também