MENU

Museu da CIA tem peixe-robô e estojo de maquiagem para espiões

Museu da CIA tem peixe-robô e estojo de maquiagem para espiões

Atualizado: Segunda-feira, 28 Fevereiro de 2011 as 10:49

Um peixe-robô movido a controle remoto, um estojo de maquiagem usado para guardar códigos secretos e uma libélula artificial são alguns dos itens expostos no museu da Agência Central de Inteligência americana (CIA).

O museu, por estar localizado no interior da sede da CIA, em Langley (Estado de Virgínia), não está aberto para visitas do público em geral. No entanto, a agência disponibilizou na internet as imagens de vários itens do acervo.

Entre os objetos expostos no museu, está um Veículo Submarino Não-Tripulado que nada mais é que um peixe artificial, comandado por controle remoto, que possui um sistema de comunicações dentro de seu 'corpo' e um dispositivo de propulsão na cauda.

Outro 'animal-robô' do acervo é uma espécie de libélula artificial, criada nos anos 70 como um dos primeiros experimentos envolvendo aparelhos voadores em miniatura.

Alguns itens do museu da CIA são dignos de filmes de espionagem, como um estojo de maquiagem que esconde um código. Ao inclinar o espelho do estojo em um determinado ângulo, o código é revelado.

  Alguns objetos do museu da CIA remetem à Segunda Guerra Mundial, como um aparelho nazista de codificação chamado Enigma. Outros são mais recentes, como um manual de treinamento da rede al-Qaeda, encontrado em 2001 na cidade afegã de Kandahar.

Além da CIA, o acervo do museu inclui material coletado pelo órgão que precedeu a agência, o Departamento de Serviços Estratégicos, além de organizações estrangeiras de inteligência.

veja também