MENU

'Negociador' do Taliban era impostor, dizem jornais dos EUA

'Negociador' do Taliban era impostor, dizem jornais dos EUA

Atualizado: Terça-feira, 23 Novembro de 2010 as 9:44

O jornal The New York Times afirmou nesta terça-feira que um homem anteriormente descrito pela publicação como um "líder do Taliban" envolvido em "negociações secretas de paz" na verdade era um impostor.   O jornal disse que o homem se reuniu três vezes com representantes da Otan e do governo afegão, mas que na segunda-feira as autoridades dos EUA confirmaram que "perderam as esperanças" de que ele fosse realmente o mulá Akhtar Muhammad Mansour.

"O falso líder do Taliban chegou mesmo a se reunir com o presidente Hamid Karzai, tendo sido levado a Cabul em um avião da Otan e conduzido ao palácio presidencial", disse o Times, citando fontes não-identificadas.

O jornal havia dito em 20 de outubro que as negociações envolviam "discussões amplas, frente a frente, com comandantes do Taliban".

Na terça-feira, o jornal The Washington Post revelou suspeitas de autoridades afegãs de que o negociador do Taliban na verdade fosse um "humilde comerciante" de Quetta, cidade paquistanesa para onde líderes do Taliban fugiram em 2001.

Karzai negou ter se reunido com qualquer pessoa de nome Mansur, e disse que os relatos da imprensa estrangeira sobre contatos com o Taliban são "publicidade e mentiras".

O New York Times disse nesta terça-feira que conversações em alto nível hierárquico com o homem que eles pensavam ser Mansur "parece ter conseguido pouco".

"Não é ele", afirmou o jornal, citando como fonte um diplomata ocidental, em Cabul, não identificado e que disse ter estado intimamente envolvido nas conversas.

"E nós lhe demos um monte de dinheiro, disse o diplomata, segundo o NYT.

veja também