MENU

Neve suspende voos e deixa trânsito caótico na Alemanha

Neve suspende voos e deixa trânsito caótico na Alemanha

Atualizado: Quinta-feira, 9 Dezembro de 2010 as 11:12

As fortes nevascas que caíram na Alemanha na noite de quarta-feira levaram ao cancelamento de centenas de voos em vários aeroportos e provocaram o caos nas estradas do país, muitas delas bloqueadas pelo gelo que se formou.   Os aeroportos de Frankfurt, Berlim e Munique foram obrigados a fecharem o tráfego aéreo na noite de quarta-feira por causa da neve.

Mais de 250 voos foram cancelados nas últimas horas no aeroporto de Frankfurt, onde cerca de 2 mil passageiros tiveram que passar a noite no saguão.

Em Frankfurt cerca de 11 mil pessoas que compraram ingresso para o show da cantora colombiana Shakira tiveram que voltar para casa mais cedo, pois a cantora não conseguiu sair de Paris.

Os dois aeroportos da cidade de Berlim, Tegel e Schönefeld tiveram 60 voos cancelados, e os terminais de Munique e Hannover suspenderam cerca de 20 voos.

A porta-voz do aeroporto de Frankfurt disse que as suspensões e atrasos serão constantes ao longo desta quinta-feira.   As novas nevascas causaram problemas no tráfico ferroviário da Alemanha, onde dois trens de alta velocidade tiveram que ser desviados do trajeto entre Berlim e Munique por causa da queda de várias árvores na linha habitual.

Problemas semelhantes foram registrados em outras regiões da Alemanha, especialmente nos estados de Sarre, Renânia-Palatinado, Turíngia, Baviera e Saxônia.

França

A situação também era caótica na França. O ministro do Interior, Brice Hortefeux, desaconselhou a utilização de veículos em toda a região Île-de-France, em comunicado no qual lembrou que dois terços do norte da França estão em alerta pela formação de placas de gelo com a neve que caiu na quarta-feira.

Segundo o Centro Nacional de Informação Viário (CNIR), caminhões de mais de 7,5 toneladas no momento estão impedidos de circular na Île-de-France e em muitas outras regiões do norte do país.

Milhares de pessoas tiveram que passar a noite em seus carros ou em locais públicos abertos excepcionalmente, ao ficarem bloqueados em estradas, onde houve dezenas de quilômetros de retenções até a madrugada.

Nos aeroportos de Paris, onde ontem foram suspensos dezenas de voos por causa da nevasca e onde milhares de passageiros passaram a noite por não poderem chegar a seus destinos, a situação voltava a se repetir no começo da manhã, desta vez pelo gelo formado nas pistas.

A Météo France, o instituto meteorológico francês, indicou que não são esperadas novas nevascas na Île-de-France, onde as temperaturas chegaram a cinco graus negativos.

Houve problemas também nas ferrovias, em algumas linhas de cercanias e nos serviços regionais de Paris, neste caso porque vários motoristas não puderam chegar ao trabalho na manhã desta quinta-feira.    

veja também