MENU

Ninguém pode prever como acabará ação na Líbia, diz secretário dos EUA

Ninguém pode prever como acabará ação na Líbia, diz secretário dos EUA

Atualizado: Quarta-feira, 23 Março de 2011 as 3:11

O secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, disse nesta quarta-feira (23) que ninguém tem como prever como vai acabar a ação militar na Líbia, quatro dias depois do início do ataque ocidental a forças leais ao ditador Muammar Kadhafi.

Ele também disse que cabe aos líbios decidir qual será o seu destino após uma provável queda de Kadhafi.

A declaração foi feita durante visita ao Cairo, onde ele vai se encontrar com integrantes da junta militar que governa o Egito interinamente desde a queda de Hosni Mubarak.

    Uma coalizão chefiada por EUA, Reino Unido e França bombardeia desde sábado as forças leais a Kadhafi na Libia, dois dias depois de terem recebido o sinal verde do Conselho de Segurança da ONU.

O objetivo é impedir que Kadhafi ameace civis, ao reprimir a rebelião que tenta tirá-lo do poder desde 15 de fevereiro.

Os combates entre as forças armadas líbias e os rebeldes sediados em Benghazi provocaram milhares de mortes, jogaram o país em uma guerra civis e causaram uma crise humanitária, segundo a ONU.      

veja também