MENU

Mundo

No Egito, ex-presidente Mubarak é condenado por corrupção

Fonte: Globo.comAtualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:01
O ex-ditador egípcio Hosni Mubarak em foto de 2013
O ex-ditador egípcio Hosni Mubarak em foto de 2013

mubarakMubarak, 85 anos, era julgado em primeira instância por um tribunal do Cairo por corrupção, acusado de ter desviado, ao lado dos filhos Gamal e Alaa, 125 milhões de libras egípcias (13,5 milhões de euros) do orçamento dos palácios presidenciais.

Também está sendo julgado, em outro processo, pela morte de manifestantes durante a revolta do início de 2011 que acabou com os 30 anos que passou no poder.
No processo por "cumplicidade de homicídio", Mubarak corre o risco de ser condenado à prisão perpétua, a pena que recebeu em primeira instância em junho de 2012, antes de um tribunal superior determinar um novo julgamento.

Os julgamentos de Mubarak, muito acompanhados pela imprensa e população a princípio, atualmente estão ofuscados pelos processos de seu sucessor, o islamita Mohamed Mursi, o único presidente eleito democraticamente no Egito, mas que foi destituído há 11 meses pelo exército.

Mursi e praticamente todos os dirigentes da Irmandade Muçulmana, sua organização, podem ser condenados à morte em vários julgamentos. O governo dirigido de fato pelo exército realiza uma violenta repressão de seus partidários.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições