MENU

Número de mortos em explosão de gasoduto na Califórnia sobe a seis

Número de mortos em explosão de gasoduto na Califórnia sobe a seis

Atualizado: Sexta-feira, 10 Setembro de 2010 as 11:24

Pelo menos seis pessoas morreram na explosão de um gasoduto e o posterior incêndio em uma área residencial de San Francisco, costa oeste dos Estados Unidos, ocorrido na noite de quinta-feira, anunciou nesta sexta (10) o capitão do corpo de bombeiros do condado de San Bruno, Charlie Barringer.

Inicialmente, as autoridades haviam informado sobre uma morte. O capitão afirmou que o número de mortos deve aumentar com avanço dos trabalhos de resgate nas casas de San Bruno, segundo o "Los Angeles Times". Mais de 100 moradores foram obrigados a deixar às pressas suas residências. No total, 170 casas foram afetadas ou totalmente destruídas à medida que o fogo avançava pela localidade. As labaredas atingiram 100 metros de altura.

O incêndio ainda não foi controlado em alguns pontos do condado, nove horas depois da explosão.

O governador interino da Califórnia, Abel Maldonado, declarou estado de emergência para a localidade, que fica a apenas três quilômetros do aeroporto internacional de San Francisco.

Funcionários do governo pediram aos moradores que se registrem em abrigos de emergência, ao mesmo tempo em que os bombeiros combatiam um dos maiores incêndios a afetar uma cidade ou uma zona residencial americana em muitos anos.

"Tenho certeza que vamos encontrar pessoas que não conseguiram escapar", disse Maldonado ao canal CNN.

"Parece que uma bomba explodiu", afirmou depois de percorrer a área. Maldonado disse que viu muitos veículos destruídos, o que para ele significa que muitas pessoas não saíram, "o que é muito preocupante".

"Os números mudarão durante a manhã e será triste".

O prefeito de San Bruno, Jim Ruane, confirmou a explosão de um gasoduto de gás natural com diâmetro de 60 centímetros, que depois provocou o incêndio.

"Uma tragédia terrível, terrível, caiu sobre nossa cidade", disse Ruane.

A prioridade, segundo ele, é garantir a segurança dos cidadãos.

Em uma das ruas era possível observar mais de 10 casas em chamas. Testemunhas citaram uma cratera do tamanho de um cruzamento de ruas. A noite de San Bruno ficou laranja em consequência dos incêndios.

Quase 200 bombeiros foram mobilizados para combater as chamas, mas tiveram um trabalho muito complicado. O calor derreteu as janelas dos veículos que estavam a vários metros de distância.

O porta-voz da empresa Pacific Gas & Electric, Jeff Smith, descreveu o fogo como "uma situação absolutamente horrível" e disse que se a companhia for responsabilizada assumirá os custos.

Os moradores choravam e captavam imagens com as câmeras de seus telefones celulares.

Segundo testemunhas, após a explosão a área residencial foi tomada por uma enorme "bola de fogo".

"Escutei um som como o de um avião voando baixo e depois a casa tremeu", disse Tina DiIoia, que estava com o filho recém-nascido em um condomínio de San Bruno no momento da explosão.

"Depois aconteceu outra explosão. Saí e havia escombros caindo pelo chão", completou.

A explosão aconteceu tão perto do aeroporto que chegou a despertar o temor de terrorismo, às vésperas do nono aniversário dos ataques de 11 de setembro de 2001, mas nenhuma informação sugere o vínculo.

Postado por: Thatiane de Souza

veja também