MENU

Número de mortos em repressão a protestos na Síria vai a 2.900

Número de mortos em repressão a protestos na Síria vai a 2.900

Atualizado: Quinta-feira, 6 Outubro de 2011 as 1:21

O número de mortos em seis meses de repressão a protestos pró-democracia na Síria subiu para 2.900, informou nesta quinta-feira (6) o escritório da ONU para direitos humanos.

"Baseados em nossa lista detalhada com nomes individuais, o número total de pessoas mortas na Síria desde que os protestos começaram agora passa de 2.900", disse o porta-voz do Acnur, Rupert Colville.   Mas o porta-voz afirmou que o número pode aumentar, já que o número de pessoas desaparecidas "é muito maior".

A cifra anterior era de 2.700.

O anúncio aconteceu antes do Conselho de Direitos Humanos da ONU examinar na sexta-feira a situação dos direitos fundamentais na Síria em um Exame Periódico Universal (EPU), um procedimento ao qual todos os membros das Nações Unidas devem ser submetidos.

A comissão de investigação internacional independente responsável por investigar as violações dos direitos humanos na Síria, com mandato concedido pelo Conselho de Direitos Humanos em 23 de agosto, continua aguardando a autorização as autoridades sírias para entrar no país.

O regime do presidente Bashar al Assad enfrenta fortes protestos desde março. As forças de segurança são acusadas de reprimir com violência protestos em várias regiões do país.

O governo argumenta que apenas combate grupos que tentam desestabilizar a Síria.        

veja também