MENU

Nuvem de cinzas diminui, mas ainda cancela 500 voos na Europa

Nuvem de cinzas diminui, mas ainda cancela 500 voos na Europa

Atualizado: Segunda-feira, 10 Maio de 2010 as 7:46

A Agência Europeia para a Segurança da Navegação Aérea (Eurocontrol) informou nesta segunda-feira (10) que a nuvem de cinzas do vulcão islandês Eyjafjallajökull, que cobria parte do continente, foi dispersa pelos ventos, melhorando as condições de operação dos aeroportos da região.

Apesar disso, a concentração de cinzas sobre o norte do oceano Atlântico ainda causa problemas, especialmente para voos intercontinentais, que têm que fazer grandes desvios. De acordo com a Eurocontrol, a Europa deve registrar 28.500 voos nesta segunda-feira, cerca de 500 abaixo da média para esta época do ano. Muitos dos voos de longa distância estão atrasados.

De acordo com a Eurocontrol, às 5h de Brasília, não havia nenhum aeroporto fechado na Europa em virtude da nuvem de cinzas, ao contrário do que se registrou durante o fim de semana.

Neste domingo (9), o fechamento de aeroportos levou ao cancelamento de cerca de 1.500 voos no continente, de acordo com a agência europeia. Espanha, Portugal e Itália foram os países mais afetados.

As nuvens de cinzas provenientes de vulcões representam perigo para as aeronaves porque, em altas concentrações, podem danificar as turbinas e, em casos extremos, derrubar os aviões.

Em abril, o mesmo vulcão islandês levou caos ao tráfego aéreo da Europa, interrompendo grande parte dos voos durante quase uma semana, naquela que foi considerada a pior crise de transporte da história do continente. Ao menos 7 milhões de pessoas foram afetadas, e o setor estimou os prejuízos em cerca de R$ 3 bilhões (US$ 1,7 bilhão).

veja também