MENU

Obama anuncia que virá ao Brasil em março

Obama anuncia que virá ao Brasil em março

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 9:45

O presidente dos EUA, Barack Obama, anunciou nesta terça-feira (25) que viajará ao Brasil pela primeira vez em março deste ano. "Em março, viajarei ao Brasil, Chile e El Salvador para forjar novas alianças para o progresso nas Américas", afirmou Obama, durante o tradicional discurso do Estado da União, em que relata ao Congresso dos EUA quais serão as prioridades legislativas do governo para o ano.

O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Mike Hammer, disse que a viagem irá "ajudar a promover a nossa segurança e prosperidade", através do fortalecimento de parcerias no hemisfério ocidental.     Obama visitou os vizinhos latino-americanos México e Trinidade e Tobago no início de sua presidência, mas este será seu giro oficial pela América do Sul. No Brasil, Obama se encontrará com a presidente Dilma Rousseff, sucessora de Lula, considerado por Washington como um interlocutor chave na região.     Lula foi o primeiro presidente latino-americano a ser recebido na Casa Branca por Obama.

Com o Brasil, os Estados Unidos têm grandes áreas de cooperação, incluindo um acordo militar que os dois países assinaram em abril de 2010, mas também possuem atritos, como o tratamento da questão nuclear do Irã e as tarifas alfandegárias americanas às importações de etanol.

Obama e Dilma conversarão sobre "energia limpa, crescimento global, assistência à reconstrução do Haiti, esforços de desenvolvimento colaborativo e outras questões de importância global", disse Hammer.

No Chile, o líder americano se reunirá com o presidente Sebastián Piñera "para discutir uma maior cooperação regional e bilateral", informou Hammer em um e-mail.

"O Chile é um dos nossos parceiros mais próximos do hemisfério ocidental, tem sido um dos principais contribuintes no Haiti, e rapidamente se tornou um líder regional sobre segurança nuclear, energia limpa e gestão de crise", acrescentou.

Em El Salvador, Obama conversará com o presidente Mauricio Funes, citado por Hammer como "um líder que está trabalhando para superar tradicionais divisões ideológicas em seu país, para fazer avançar o bem-estar do povo de El Salvador".

A secretária americana de Estado, Hillary Clinton, já realizou visitas ao Brasil, Chile e El Salvador durante diversos giros pelas Américas Central e do Sul.    

veja também