MENU

Obama anuncia visita de Hillary Clinton a Mianmar

Obama anuncia visita de Hillary Clinton a Mianmar

Atualizado: Sexta-feira, 18 Novembro de 2011 as 9:51

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta sexta-feira (18) que sua secretária de Estado, Hillary Clinton, visitará Mianmar em dezembro, por considerar que a possibilidade de reformas democráticas nesse país "é importante demais para se omitir".

Em declaração à imprensa, Obama afirmou que falou na noite passada com a líder da oposição birmanesa, Aung San Suu Kyi, e a vencedora do Prêmio Nobel da Paz de 1991 apoia o envolvimento americano.

Durante entrevista em Bali, na Indonésia, presidente dos EUA, Barack Obama,

 anuncia que a secretária de Estado Hillary Clinton irá a Mianmar. (Foto: Jason Reed / Reuters) A visita de Hillary, em dezembro, será a primeira de um secretário de Estado americano a Mianmar em 50 anos, e, segundo explicou o presidente, terá como objeto determinar os passos que os EUA podem dar para encorajar uma transição pacífica.

Obama louvou os recentes passos dados pelo regime birmanês nas últimas semanas, inclusive a libertação de Aung San, que estava em prisão domiciliar, e de alguns presos políticos, assim como a criação de novas leis para uma maior abertura política .

"São as reformas mais importantes em anos", disse Obama, acrescentando que estas abrem a porta para uma mudança política, algo que é "uma possibilidade importante demais para se omitir". "É uma oportunidade histórica para o progresso", afirmou o presidente americano.

No entanto, Obama ressaltou que Mianmar ainda precisa adotar medidas mais concretas ou, caso contrário, o regime continuará isolado.

Na sua visita, Hillary Clinton transmitirá essa mensagem ao governo, aos atores sociais e aos ativistas políticos, inclusive a própria Aung San Suu Kyi, frisou o presidente.

Obama deve se encontrar nesta sexta com o presidente birmanês, Thein Shein, na cúpula da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), que está sendo realizada em Bali. Esta organização aprovou na quarta-feira (16) que Mianmar ocupe sua presidência rotativa no ano que vem.          

veja também