MENU

Obama critica comportamento "provocativo" da Coreia do Norte

Obama critica comportamento "provocativo" da Coreia do Norte

Atualizado: Quinta-feira, 6 Agosto de 2009 as 12

Clinton recebe jornalistas em avião (Foto: AP) Após a libertação de duas jornalistas pelo governo da Coreia do Norte, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou nesta quarta-feira, 5/08 que Pyongyang tem que suspender seu programa nuclear e parar com seu comportamento ''provocativo''.

''Dissemos aos norte-coreanos que existe um caminho para melhores relações, desde que suspendam o desenvolvimento de armas nucleares e parem com o comportamento provocativo que têm mostrado até agora'', afirmou Obama.

A liberação das duas jornalistas ocorreu após a visita do ex-presidente Bill Clinton ao país na quarta-feira (5). Euna Lee, de 36 anos, e Ling, de 32, foram presas em março, sob acusação de entrarem ilegalmente no território norte-coreano quando faziam uma reportagem sobre tráfico de mulheres, na fronteira entre China e Coreia do Norte.

"Queremos o bem do povo norte-coreano, só queremos garantir que a Coreia do Norte atue dentro das regras básicas da comunidade internacional", acrescentou o presidente em entrevista concedida ao canal americano MSNBC em Indiana (norte dos EUA).

Obama também reiterou que a missão do ex-presidente Bill Clinton à Coreia do Norte para obter a libertação das duas jornalistas americanas presas desde março no país comunista foi uma iniciativa estritamente privada, que não pode ser considerada como um alívio da pressão diplomática sobre o regime de Pyongyang.

"Sempre fomos claros sobre o fato de que [a viagem de Clinton] foi uma missão humanitária", insistiu o presidente, pouco depois da chegada aos Estados Unidos das jornalistas.

veja também