MENU

Obama decidiu não divulgar fotos de Bin Laden morto, diz Casa Branca

Obama decidiu não divulgar fotos de Bin Laden morto, diz Casa Branca

Atualizado: Quinta-feira, 5 Maio de 2011 as 10:03

O presidente dos EUA, Barack Obama, decidiu não publicar as fotos do corpo do terrorista   Osama bin Laden , morto em uma operação militar americana no Paquistão dois dias atrás, confirmou nesta quarta-feira (4) a Casa Branca.

A CBS havia publicado em seu site a informação sobre a decisão de Obama, logo depois de uma entrevista concedida pelo presidente ao programa "60 Minutos", que deve ir ao ar no domingo.

Em seu briefing diário, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, confirmou que Obama disse, na entrevista, que decidiu não divulgar as fotos, por acreditar que elas são um risco à segurança nacional.

Segundo Obama, as imagens poderiam incitar à violência e ser usadas como ferramentas de propaganda pela rede terrorista da al-Qaeda, que Bin Laden liderava.

Obama disse que viu as fotos e que, baseado nelas, tem certeza de que o homem morto se tratava de Bin Laden.

"Não há dúvida de que matamos Osama bin Laden", disse Obama, segundo o porta-voz. "Vocês não vão mais ver Bin Laden andando sobre este planeta."

A Casa Branca relutava em publicar imagens que comprovariam a morte do terrorista - muitos militantes duvidam que Bin Laden tenha sido realmente morto.

Pressionado, o governo dos EUA havia dito que as imagens eram chocantes e que poderiam provocar "efeitos explosivos".

De acordo com a Casa Branca, a missão que matou o líder da al-Qaeda foi conduzida "rigorosamente dentro da lei" e as forças teriam aceitado a rendição de Bin Laden se ele tivesse oferecido.

Senadora A senadora americana Kelly Ayotte disse que viu uma das fotos do corpo. Segundo ela, a imagem confirma a identidade do terrorista.

Conversando com repórteres no Capitólio, Ayotte disse que a imagem foi mostrada a ela por outro senador. Ela disse que Bin Laden tinha um ferimento decorrente de um tiro no rosto.

A senadora disse que acredita que as fotos deveriam ser divulgadas para acabar com possíveis teorias conspiratórias.

á a ex-governadora do Alasca Sarah Palin, candidata a vice-presidente em 2008 e cotada para disputar as próximas eleições, afirmou em seu perfil no Twitter que   mostrar a imagem "faz parte da missão" .

"Mostre a foto como aviso aos outros que buscam a destruição da América. Sem se acovardar, sem politicagem, sem drama; faz parte da missão" (em tradução livre), escreveu ela em seu microblog.

veja também