MENU

Obama está fortalecendo a al-Qaeda na Líbia, diz Fidel Castro

Obama está fortalecendo a al-Qaeda na Líbia, diz Fidel Castro

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 1:36

O líder cubano Fidel Castro afirmou nesta sexta-feira (1º) que o presidente dos EUA, Barack Obama, pode estar fortalecendo indiretamente a rede terrorista da al-Qaeda com os ataques contra a Líbia , e que teria sido mais inteligente promover a paz nesse país.

  Em mais um artigo publicado na imprensa local, Fidel recorda que o ditador líbio Muammar Kadhafi "não se cansa de repetir que a al-Qaeda guerreia e envia combatentes contra o governo da Líbia porque ele apoiou a guerra antiterrorista de (presidente americano George) Bush".     "Que acontecerá se as denúncias de Kadhafi forem certas? Como Obama explicará ao povo americano que uma parte dessa armas de combate terrestre caíram em mãos dos homens de Bin Laden?", disse Fidel.

O líder comunista recordou que a al-Qaeda "teve no passado excelentes relações com os serviços de inteligência americanos na luta contra os soviéticos no Afeganistão, e possui muito experiência quanto aos métodos de trabalho da CIA".

"Não teria sido melhor e mais inteligente ter lutado para promover a paz e não a guerra na Líbia?", questiona Fidel.

A Líbia enfrenta uma batalha desde o começo deste ano, quando manifestações pedindo a renúncia do ditador Kadhafi, há 42 anos no poder, se tornaram confrontos violentos e passaram a ser reprimidos com força pelo regime.

No dia 17 deste mês, a Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou uma resolução que valida quaisquer medidas necessárias para impedir um massacre de civis.

Dois dias depois, a coalizão internacional liderada por Estados Unidos, França e Grã-Bretanha começou a bombardear a Líbia.      

veja também