MENU

Mundo

Obama se reúne com presidente eleito da Ucrânia

Obama se reúne com presidente eleito da Ucrânia

Fonte: Globo.comAtualizado: quarta-feira, 4 de junho de 2014 11:34
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se reuniu nesta quarta-feira (4) em Varsóvia, na Polônia, com o presidente eleito da Ucrânia, Petro Poroshenko
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se reuniu nesta quarta-feira (4) em Varsóvia, na Polônia, com o presidente eleito da Ucrânia, Petro Poroshenko

obamaO presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, se reuniu nesta quarta-feira (4) em Varsóviam, na Polônia, com o presidente eleito da Ucrânia, Petro Poroshenko. O presidente americano afirmou que o governo dos EUA está "completamente comprometido" com o futuro da Ucrânia.

"O governo dos Estados Unidos está completamente comprometido com permanecer ao lado do povo ucraniano, não apenas nos próximos dias ou semanas, e sim nos próximos anos", declarou à imprensa após uma reunião com Poroshenko em Varsóvia.

O presidente americano afirmou que perspectiva de Poroshenko o impressionou muito. Obama também anunciou que Washington aumentará a ajuda de material militar não letal a Kiev, que inclui aparelhos de visão noturna.

Poroshenko, que falou em inglês, agradeceu a Obama pelo "apoio constante", de uma "importância crucial".

Obama pediu que Poroshenko faça uma “seleção sábia” para liderar o país e discutiu com ele maneiras com as quais os EUA podem ajudar as autoridades ucranianas e os militares locais.
O presidente do EUA contou a repórteres no local que os dois discutiram os planos do presidente recém-eleito para restaurar a paz no país, melhorar o crescimento da economia e reduzir a dependência energética em relação à Rússia.

Os ucranianos pediram mais ajuda aos EUA para tentar reduzir o temor de uma intervenção russa no país.

Esta é a primeira viagem ao exterior de Poroshenko ucraniano desde que foi eleito em 25 de maio.

Ainda nesta quarta Obama se reunirá com mais de 10 chefes de Estado da Europa central e do leste, que viajaram a Varsóvia para participar nas cerimônias que celebram os 25 anos das primeiras eleições democráticas na Polônia, ex-membro do bloco soviético, após a queda do comunismo.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições