MENU

Obama:G-8 precisa ser renovado e Brasil deve participar

Obama:G-8 precisa ser renovado e Brasil deve participar

Atualizado: Sexta-feira, 10 Julho de 2009 as 12

O presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou hoje em L'Aquila, na Itália, que a estrutura do G-8 (grupo que reúne os sete países mais industrializados do mundo e a Rússia) e sua importância, que tem sido contestada nos últimos anos, precisam ser renovadas, para refletir questões que não existiam quando o grupo foi criado.

"Estamos em um período de transição, estamos tentando encontrar o formato certo", disse ele, acrescentando que a evolução vai demorar vários anos. No futuro, segundo ele, economias emergentes influentes, como Brasil e China, precisam fazer parte de quaisquer esforços colaborativos para lidar com os desafios globais. "Uma coisa que eu espero é que ocorram menos encontros de cúpula", afirmou.

Obama alertou ainda que uma recuperação econômica ainda está "muito distante" e que os líderes mundiais ainda não podem abandonar os esforços para impulsionar o crescimento.

"Embora nossos mercados estejam melhorando e parecermos ter evitado um colapso global, sabemos que muitas pessoas ainda estão com dificuldades", disse Obama. "Concordamos que uma recuperação total ainda está muito distante, e que seria prematuro começar a desfazer nossos planos de estímulo."

Resumindo seus encontros em L'Aquila, Obama elogiou o progresso em uma série de questões, incluindo a mudança climática, a segurança alimentar e o confronto com o Irã em relação ao programa nuclear e à violência após as eleições. Mas o presidente dos EUA reconheceu que os líderes não concordaram em todas as questões e, por isso, retomarão as negociações no encontro do G-20 (grupo formado pelas maiores economias do mundo) marcado para setembro, em Pittsburgh, nos EUA. As informações são da Dow Jones.

veja também