MENU

Ofensiva da Israel na Faixa de Gaza entra no décimo dia

Ofensiva da Israel na Faixa de Gaza entra no décimo dia

Atualizado: Segunda-feira, 5 Janeiro de 2009 as 12

Os ataques das Forças Armadas de Israel na Faixa de Gaza entraram hoje, dia 5 de janeiro, no décimo dia. O governo israelense alega que a ação tem como objetivo impedir que o grupo palestino Hamas lance ataques com foguetes contra o país.

De acordo com a agência BBC Brasil, fontes na Faixa de Gaza dizem que pelo menos 20 pessoas morreram na madrugada de sábado para domingo. O Exército de Israel afirma que 30 dos seus soldados ficaram feridos, dois em estado grave.

Segundo a BBC, há uma semana Israel vinha atacando a Faixa de Gaza com aviões e navios. Na noite de sábado, testemunhas disseram ter visto comboios de veículos de guerra israelenses atravessarem a fronteira, sob escolta de helicópteros.

No último sábado, dia 3 de janeioro, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil divulgou nota para criticar a ação terrestre de Israel. “O Governo brasileiro deplora a incursão militar terrestre israelense na Faixa de Gaza, que tende a agravar ainda mais o conflito israelo-palestino”.

De acordo com a BBC, o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-Moon, pediu o fim imediato do conflito. No entanto, uma reunião do Conselho de Segurança da ONU para decidir como reagir à situação na Faixa de Gaza terminou sem acordo. Segundo a ONU, cerca de 25% das 460 vítimas do conflito são civis.

De acordo com a BBC, Israel continua impedindo a entrada de jornalistas estrangeiros na Faixa de Gaza. Emissoras de rádio e de televisão controladas pelo Hamas afirmam que dois soldados israelenses foram capturados durante o conflito. No entanto, o Exército de Israel não confirmou a informação.

Também há relatos, segundo a BBC, de que pelo menos nove mísseis teriam sido disparados de Gaza contra as cidades israelenses de Sderot e Netivot e contra outras comunidades próximas à fronteira. Não há informações de danos ou vítimas fatais. Fontes palestinas dizem que um tanque de Israel disparou contra o norte da Faixa de Gaza, matando 12 pessoas, a maioria civis. Neste domingo, uma grande cortina de fumaça pôde ser vista saindo do norte da Faixa de Gaza.

Segundo a BBC, Israel afirma que 40 alvos - como túneis para contrabando, galpões com armas e plataformas de lançamento de foguetes - foram atingidos. Aviões e navios israelenses já fizeram mais de 800 ataques contra a Faixa de Gaza desde o dia 27 de dezembro. Mais de 10 mil tropas israelenses e centenas de tanques israelenses estão parados na fronteira de Gaza.

No sábado, bombardeios atingiram o carro de Abu Zakaria al-Jamal, que morreu em decorrência dos ferimentos. Segundo a BBC, ele era o segundo importante líder do Hamas a ser morto desde o início da ofensiva de Israel, no sábado passado, contra alvos do grupo na Faixa de Gaza.

Na quinta-feira, dia 1º de janeiro, Nizar Rayyan foi morto depois que sua casa foi atingida por uma bomba. Rayyan foi o primeiro integrante do Hamas de maior destaque a ser morto por forças israelenses desde 2004.

veja também