MENU

ONU comemorará Dia Internacional de Nelson Mandela em 18 de julho

ONU comemorará Dia Internacional de Nelson Mandela em 18 de julho

Atualizado: Quinta-feira, 15 Julho de 2010 as 2:57

No dia 18 de julho, a ONU comemorará em todo o mundo o Dia Internacional de Nelson Mandela, data em que o líder completa 92 anos, com o objetivo de promover a cultura da paz e da liberdade representada pela figura do ex-presidente sul-africano, segundo um comunicado da organização divulgado hoje.

Na África do Sul, funcionários da ONU dedicarão ao menos uma hora de seu tempo para trabalhar no lar Tebogo para crianças incapacitadas, no povoado de Orange Farm, nos arredores de Johanesburgo, e promoverão no local "o espírito do Dia de Mandela".

O Dia Internacional de Nelson Mandela foi instituído em novembro de 2009 pela Assembleia Geral da ONU, "pela contribuição do ex-presidente sul-africano para a cultura da paz e da liberdade", e foi o primeiro reconhecimento desse tipo da organização a um indivíduo, segundo a nota.

Segundo o texto, o Conselho de Segurança da ONU também reconheceu a dedicação de Mandela "ao serviço da humanidade na resolução de conflitos, relações entre raças, promoção e proteção dos direitos humanos, reconciliação, igualdade entre os sexos e os direitos das crianças e de outros grupos vulneráveis".

A nota faz especial referência à luta de Mandela contra o regime segregacionista do apartheid, cuja eliminação também esteve entre os objetivos da ONU desde sua criação e que foi derrubado em 1994, com sua eleição como primeiro presidente negro da África do Sul.

Entre as celebrações previstas pela ONU para o Dia de Mandela, em 16 de julho o Conselho de Segurança realizará uma reunião plenária informal, na qual serão tocadas músicas e exibidos vídeos e fotografias relacionados com o líder sul-africano.

Em muitos escritórios da ONU pelo mundo, serão organizados debates sobre a figura de Mandela e será exibido o filme "Invictus", que destaca o trabalho de reconciliação entre raças do Nobel da Paz durante o Mundial de Rugby de 1995, vencido pela África do Sul.

Entre os atos destacados, na conflituosa região de Darfur, no oeste do Sudão, a ONU organizou um torneio batizado "Futebol para a Paz", que será seguido por um show do músico Omar Ilhsas.

EXEMPLO

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que Mandela é um "exemplo vivo dos principais valores das Nações Unidas. Um cidadão global exemplar".

Por sua parte, a família de Mandela anunciou que o ex-presidente sul-africano comemorará seu 92º aniversário em casa, em Johanesburgo, com pessoas próximas.

Um total de 95 crianças do povoado de Mvezo, no sudeste do país, onde nasceu Mandela, e da cidade próxima de Qunu viajarão para Johanesburgo para "passar o dia com ele", afirmou sua neta Zwelivelile Mandela, que disse que toda a família se reunirá com o líder.

Mathole Motshekga, líder do grupo parlamentar do governante Congresso Nacional Africano (CNA), ao qual pertence Mandela, anunciou que as principais comemorações oficiais do aniversário do ex-presidente serão realizadas em Mvezo, uma comunidade pobre na Província do Cabo Oriental.

Ele afirmou ainda que o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, assistirá às comemorações em Mvezo, para promover a campanha "Faça de Cada Dia o Dia de Mandela", que pretende estimular as pessoas a tornarem seus dias cada vez melhores.

veja também