MENU

ONU diz que não há acordo humanitário com a Líbia

ONU diz que não há acordo humanitário com a Líbia

Atualizado: Sexta-feira, 18 Março de 2011 as 3:05

A ONU indicou nesta sexta-feira (18) que não conseguiu um acordo com a Líbia sobre as condições de envio de uma missão humanitária, quando milhares de pessoas continuam fugindo dos combates no país.

O coordenador humanitário das Nações Unidas para a crise líbia, Rashid Jalikov, viajou à Líbia para conversar em particular sobre as modalidades de envio de tal missão. Durante sua visita, Jalikov notou que uma parte do governo "falou de sua vontade de permitir um acesso às agências humanitárias", segundo a porta-voz do Departamento de Coordenação dos Assuntos Humanitários da ONU Elisabeth Byrs. "No entanto, nenhum acordo final foi concluído quanto à maneira como um organismo interagências de avaliação de necessiades poderia atuar", concluiu.

A ONU também expressou sua preocupação pela possibilidade de que o regime líbio de Muamar Kadhafi exerça represálias contra os civis, num momento em que comunidade internacional discute as modalidades de uma intervenção militar na Líbia .

"Estamos muito preocupados com as represálias contra os partidários da oposição, que poderão ser cometidas pelas forças pró-govenamentais e agentes da segurança na Líbia", declarou Rupert Colville, porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos.

"Ninguém sabe o que acontece nas cidades que estavam antes em mãos da oposição e que foram reconquistadas pelas forás do governo", acrescentou em coletiva de imprensa.

Colville indicou que o Alto Comissariado "está muito preocupado com o fato de que o governo (de Kadhafi) possa exercer um castigo coletivo", enfatizando que "não há ilusões sobre o que este regime é capaz de fazer".    

veja também