MENU

ONU pede investigação sobre possíveis crimes de guerra em Gaza

ONU pede investigação sobre possíveis crimes de guerra em Gaza

Atualizado: Segunda-feira, 12 Janeiro de 2009 as 12

A alta comissária da Organização das Nações Unidas para Direitos Humanos, Navi Pillay, pediu no última sexta-feira, dia 9 de janeiro, uma investigação independente sobre os possíveis crimes de guerra cometidos tanto por Israel quanto pelo grupo islâmico Hamas durante o conflito iniciado no dia 27 de dezembro na Faixa de Gaza, segundo a agência argentina Telam.

Navi disse que os danos aos civis israelenses causados por foguetes do Hamas é inaceitável, mas que Israel deve respeitar a lei humanitária, independentemente das ações do grupo islâmico. "O cículo viciosos de provocação e resposta deve terminar", afirmou ela, no início de uma reunião extraordinária do Conselho de Direitos Humanos da ONU para discutir a situação na Faixa de Gaza.

Ela acrescentou que ambas as partes do conflito devem assegurar a integridade dos feridos e evitar os ataques a voluntários de organizações humanitárias, hospitais e ambulâncias. "As violações da lei humanitária internacional podem constituir em crime de guerra, o que poderia ter uma responsabilidade apenas individual", explicou.

"Se deve garantir que se preste contas pelas violações da lei internacional. Como primeiro passo, investigações confiáveis, independentes e transparentes devem ser levadas a cabo para identificar violações e responsabilidades".

A reunião de emergência do conselho foi solicitada por países islâmicos em desenvolvimento e apoiada por Rússia, Índia e China.

veja também