MENU

ONU suspende ações humanitárias em Gaza

ONU suspende ações humanitárias em Gaza

Atualizado: Sexta-feira, 9 Janeiro de 2009 as 12

As operações de ajuda humanitária da Organização das Nações Unidas (ONU) na Faixa de Gaza estão sendo suspensas, por conta do perigo que os funcionários da organização correm com os ataques israelenses. Foi o que anunciou nesta quinta-feira, dia 8 de janeiro, o porta-voz da agência da ONU para refugiados palestinos (UNWRA, na sigla em inglês), Chris Gunness, segundo informações da BBC Brasil.

"Nossas instalações foram atingidas, nossos funcionários foram mortos, apesar do fato de as autoridades israelenses terem as coordenadas sobre nossas instalações e de todos os nossos movimentos serem coordenados com o exército israelense", disse.

A agência já havia informado anteriormente que uma pessoa foi morta e duas ficaram feridas em um ataque de Israel contra uma empilhadeira da agência, perto da passagem de Erez, no norte de Gaza.

Também hoje, o Comitê Internacional da Cruz Vermelha disse que Israel não está cumprindo sua obrigação de ajudar os civis feridos pelos ataques em Gaza. Em um incidente, uma equipe médica da organização disse ter encontrado pelo menos 12 corpos em uma casa destruída por bombardeios em Zeitun, ao sul da Cidade de Gaza. Junto aos cadáveres, estavam quatro crianças apavoradas, segundo relatos dos médicos.

De acordo com informações da agência Lusa, o conselheiro da Delegação-Geral da Palestina em Portugal, Moussa Abunaim, apelou à Europa para obrigar Israel a parar com a "matança" do povo palestino e cumprir os acordos firmados.

Abunaim classificou o ataque israelense na Faixa de Gaza como crime e disse que "os israelenses não cumprem nada e não querem a paz".

Desde o início da ofensiva do exército de Israel na Faixa de Gaza, em 27 de dezembro, mais de 700 palestinos já morreram e mais de três mil ficaram feridos.

veja também