MENU

Operação contra grupo ligado ao ETA prende dez na Espanha

Operação contra grupo ligado ao ETA prende dez na Espanha

Atualizado: Terça-feira, 18 Janeiro de 2011 as 9:18

Pelo menos nove pessoas foram detidas em Navarra, no norte da Espanha, e uma em Ávala, no País Basco, em uma operação da Guarda Civil e pelo Corpo Nacional de Polícia contra o Ekin, grupo ligado aos separatistas do ETA.

As prisões ocorrem uma semana depois de o ETA, considerado terrorista na Espanha, ter anunciado uma trégua permanente, considerada insuficiente pelo governo espanhol .

Entre os detidos, segundo as mesmas fontes, está Iker Moreno Ibáñez, filho do dirigente da antiga Batasuna e atual porta-voz da "esquerda abertzale", Txelui Moreno.

Também foram presos Josu Espalhe Iraizoz, Javier Beortegui Martínez, Jorge Maio Hermoso de Mendoza e Jorge Zabala Cía.   A operação começou no início da madrugada desta terça-feira em Pamplona e nas localidades de Villava, Etxarri Aranatz, Burlada e Barañáin, também em Navarra. Uma detenção foi realizada na província de Ávala, no País Basco.

Seis prisões foram feitas pela Guarda Civil e quatro pelo Corpo Nacional de Polícia. Os agentes realizaram buscas em imóveis, onde, segundo as fontes, foram apreendidos computadores e material para análise.

De acordo com as fontes, a operação foi ordenada pelo juiz da Audiência Nacional Fernando Grande-Marlaska, que em setembro dirigiu uma outra operação policial contra o Ekin, que deteve nove pessoas em Navarra e no País Basco.

Os detidos nesta terça-feira são acusados de pertencerem à cúpula do Ekin, assim como de integrarem organizações da "esquerda abertzale", como o Askatasuna e o Batasuna.    

veja também