MENU

Operadora da usina de Fukushima irrita moradores com indenização

Operadora da usina de Fukushima irrita moradores com indenização

Atualizado: Terça-feira, 5 Abril de 2011 as 11:48

A operadora da usina nuclear Fukushima Daiichi ofereceu indenizações a título de consolo a dez cidades vizinhas, cujos moradores se viram obrigados a abandonar seus domicílios, anunciou nesta terça-feira (5) a sociedade Tokyo Electric Power (Tepco).

Mas as municipalidades estão rejeitando a doação de 20 milhões de ienes (170 mil euros ou US$ 237 mil).

Uma porta-voz da cidade de Namie declarou que a oferta da Tepco foi rejeitada, o que permite que a municipalidade e a população possam criticar livremente a sociedade.     "A população local supera os 20 mil habitantes, o que faria com que residente recebesse menos de 1.000 ienes (pouco mais de US$ 11 ou R$ 17,70) cada um. Isso não ajuda os flagelados".

Cerca de 80 mil pessoas residentes num perímetro de 20 km em torno da central acidentada pelo terremoto e tsunami de 11 de março se viu obrigada a retirar moradores da zona, deixando tudo para trás.

Por outra parte, muitos agricultores da província de Fukushima tiveram que suspender a comercialização de verduras e de leite devido ao índice demasiado elevado de radioatividade emanado por quatro reatores danificados.

O ministro da Indústria, Banri Kaieda, declarou nesta terça que ordenou à Tepco se prepare para pagar indenizações às populações mais atingidas.

Segundo a agência de notícias Kyodo, a sociedade deve calcular com o governo as enormes indenizações que deverá pagar às empresas, agricultores e pescadores prejudicados pelo acidente nuclear.

Nesta terça, a ação da Tepco perdeu 18,10%, caindo 362 ienes, seu nível mais baixo em 60 anos.    

veja também